Mudar ou não mudar? Eis a questão!

caminhos

“O caminho se faz caminhando”, “O início é sempre mais complicado”, “Dar o primeiro passo é metade do caminho”…

Você já ouviu alguma dessas frases, não é mesmo? E quando o primeiro passo já aconteceu há algum tempo e o caminho atual não parece ser o melhor ou o mais estimulante?

Será que estamos fadados a continuar na mesma direção?

Não há somente uma resposta, até porque dependerá de qual aspecto da vida considerarmos, o momento que estamos, idade, expectativas, etc. Mas gostaria de responder parte destas perguntas dando o exemplo de minha trajetória profissional, não para servir como modelo insuperável, mas como estímulo à sua própria reflexão.

Continuar lendo